Loapi é um dos vírus de celulares mais perigosos do momento

 

Antigamente os únicos vírus que as pessoas precisavam se preocupar eram aqueles que atacavam a saúde. Com o avanço da modernidade nem os aparelhos celulares e outros equipamentos tecnológicos estão livres desse mal que sempre ameaçou o bem-estar dos humanos. Como não dá para ignorar as ameaças virtuais, nada melhor que garantir a proteção necessária para não sair prejudicado pelos ataques que estão pela internet.

O vírus do momento que está ameaçando o bom uso dos celulares é o Loapi, que consegue infectar muitos aparelhos que possuem o sistema operacional Android. Os países mais atingidos por essa ameaça na América Latina são Brasil, Chile, México, Peru e Panamá. O México está na quarta posição como um dos países mais infectados do mundo.

O Loapi tem a capacidade de exercer várias funções quando consegue infectar um celular. Quem descobriu a existência desse vírus foi a Kaspersky Lab, empresa de segurança cibernética. Para ser alvo do Loapi é necessário clicar em anúncios que se passam por antivírus. Aplicativos que contêm conteúdo adulto também são uma fonte de transmissão.

São diversos os danos que um dispositivo que foi infectado por esse vírus pode sofrer, isso porque são requisitadas permissões de administrador para que ele seja instalado. Depois que essas permissões são concedidas o celular se torna bastante vulnerável pois vários danos podem ser causados, entre eles estão: controle de mensagens de texto, publicidade indevida, utilização de energia do aparelho e conexão à internet, que geram mais desgaste da bateria para realizar transações da moeda virtual monero, além disso causa ataques que fazem um site receber tantas visitas que provoquem um impedimento de receber mais acessos. As assinaturas de serviços por SMS de maneira oculta também é outro ataque desse vírus.

Caso um antívirus seja detectado, o vírus tenta enganar o usuário do aparelho enviando mensagens enganosas de que o aplicativo instalado pode causar danos. Enquanto o usuário não exclui o antivírus o número de mensagens se tornam constantes.

Em aparelhos infectados pelo Loapi, recomenda-se instalar um antívirus de qualidade que tenha garantias, desativar a instalação automática de aplicativos e fazer a atualização do sistema operacional, que poderá reduzir as vulnerabilidades.

 

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.